Abertas as inscrições para os cursos EAD – Ministério do Meio Ambiente

Interessados têm até o dia 12 de dezembro para se matricular em diversos cursos online e gratuitos com temáticas ambientais.

Crédito: Bruna Daibert/MMAAbertas as inscrições para os cursos EAD

Brasília – Estão abertas as inscrições para os cursos de educação a distância oferecidos pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). O Departamento de Educação Ambiental abre turmas de todos os cursos do portfólio de Educação a Distância. As aulas são voltadas para o público em geral, serão gratuitas e com certificado. Agricultura Familiar, Água, Mudanças do Clima, Unidades de Conservação, Igualdade de Gênero e Participação Social estão entre os temas das aulas. As matrículas podem ser feitas dentro do próprio ambiente virtual de aprendizagem do MMA até o dia 12 de dezembro de 2018.
Os cursos serão divididos em blocos, liberados todos os meses. Em dezembro, serão oferecidos dez cursos autoinstrucionais (sem tutoria). A analista ambiental Ana Luísa Teixeira de Campos explica que o objetivo é despertar o interesse a respeito da agenda socioambiental, qualificando gestores, servidores públicos, juventude e a sociedade em geral. “Queremos que essas informações cheguem a mais pessoas, e o EAD é uma ferramenta que permite isso”, complementa Ana Luísa.
Além de facilitar a troca de informações, a plataforma online permite considerável diminuição nos custos das aulas, segundo Ana Luísa. Ela aponta, ainda, outra vantagem de estudar pela internet: a autogestão. “A pessoa pode estudar no próprio tempo”, completa.
Para aproveitar ao máximo as aulas online, contudo, é preciso ter foco e uma boa dose de disciplina. A capacidade de continuar aprendendo, de descobrir por si mesmo, de criar alternativas, de inovar tendo autonomia para seguir em sua formação educativa é o principal requisito de um curso EAD, de acordo com Ana Luísa. “É importante cumprir com a agenda de compromissos estabelecida no cronograma do curso e se planejar para um estudo diário ou semanal”, aconselha.
APRENDIZAGEM COMPARTILHADA
O conteúdo dos cursos é livre para uso público e pode, inclusive, ser ofertado por instituições parceiras por meio de plataformas digitais, como o Moodle. De acordo com Ana Luísa, o ambiente virtual de aprendizagem foi fundamental para o desenvolvimento de diversos trabalhos de educação ambiental no Brasil, de 2012 até hoje.
Para além dos cursos ofertados na plataforma, ela conta que os conteúdos puderam ser aproveitados por parcerias como escolas de governo, universidades, secretarias de Meio Ambiente estaduais, municipais, associações e salas verdes, que potencializaram seu uso e a disseminação dos conteúdos produzidos. “É uma ferramenta de extrema importância para o estabelecimento de parcerias, tanto internas, com o aumento da interlocução de diversos departamentos do ministério, quanto externas, mas principalmente, foi importante para o aumento da capilaridade das políticas públicas ambientais”, completa a analista ambiental.
Além das aulas abertas ao público, o Projeto Salas Verdes receberá mais uma turma exclusiva em dezembro. As turmas específicas para as Salas Verdes começaram a ser ofertadas em agosto. Desde então, as instituições responsáveis por salas verdes têm a vantagem de participar de turmas exclusivas para suas equipes e seus públicos, com vagas ilimitadas em cursos específicos.
Neste mês, as unidades de conservação serão o tema principal. No curso “Educação Ambiental e Comunicação nas Unidades de Conservação: estratégias que fazem a diferença”, gestores e educadores aprenderão práticas de educação ambiental e comunicação que contribuam com o fortalecimento da Gestão Ambiental de Unidades de Conservação e com a conservação da Biodiversidade.
Para driblar um pouco a solidão de estudar sem colegas de classe, algumas parcerias oferecem conteúdos semipresenciais. “Incentivamos esses momentos, especialmente nas Salas Verdes, porque isso qualifica o processo educativo”, detalha Ana Luísa. “A realização de encontros presenciais ao longo do curso, com o uso de metodologias participativas, que promovam o diálogo, a reflexão-ação-reflexão e a discussão entre os alunos, contribuirá para que cada um possa construir aprendizados e dar significados ao que está sendo aprendido, a partir da interação com o coletivo.”
Saiba como se inscrever:
● Acesse o ambiente virtual de aprendizagem do MMA: ead.mma.gov.br;
● Faça seu login. Caso ainda não possua um, basta completar o cadastro com suas informações para criar login e senha;
● Pronto: basta inscrever-se em quantos cursos quiser! Mas fique atento(a) ao prazo. A efetivação da inscrição está condicionada ao número de vagas de cada curso.

Cursos disponíveis em dezembro:

quadroEAD dez 1
Por: Gláucia Chaves/ Ascom MMA

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA)
(61) 2028-1227/ 1311/ 1437
imprensa@mma.gov.br

Fonte: MMA
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s