Porto de Gotemburgo amplia e renova os descontos para embarcações ambientalmente amigáveis

Em 2015, o Porto de Gotemburgo introduziu um desconto ambiental na tarifa portuária, em um esforço para aumentar o número de chamadas de navios movidos a gás natural liquefeito (GNL). Vários grandes investimentos em GNL foram feitos desde então, incluindo iniciativas de várias companhias de navegação suecas. Isto teve um impacto positivo no ambiente, incluindo a redução das emissões de dióxido de enxofre, partículas e óxido nítrico para o ar no oeste da Suécia. A Autoridade Portuária de Gotemburgo estenderá o período de desconto e já está delineando um novo desconto ambiental.

As embarcações que reportam um bom desempenho ambiental recebem 10% de desconto na tarifa portuária, assumindo que atinjam um determinado nível de acordo com os índices ambientais ESI e CSI. Embarcações que operam com GNL recebem um desconto extra de 20%. O desconto de GNL está sujeito a um limite de tempo e deve ocorrer até o final deste ano, embora a autoridade portuária esteja considerando ampliar o prazo.

O GNL é atualmente o combustível marinho mais limpo disponível para transporte em grande escala. O uso do combustível começou a ganhar força no Porto de Gotemburgo no segundo semestre de 2016. Antes disso, as companhias de navegação estavam céticas quanto a investir, já que não havia meios de abastecer o GNL no porto. Ao mesmo tempo, as empresas de “bunkering” não estavam dispostas a fornecer GNL sem uma base de clientes.

“Um catalisador foi necessário para quebrar o impasse, e o desconto foi um forte fator para armadores que escolheram seguir a rota do GNL”, disse Edvard Molitor, gerente ambiental da Autoridade Portuária de Gotemburgo.

“Demorou algum tempo até que realmente decolasse, mas hoje esses armadores estão na vanguarda do GNL no Porto de Gotemburgo. Agora que o período de desconto está chegando ao fim, podemos ver que a tendência de alta continua. Nosso objetivo é manter nosso apoio a esse desenvolvimento e, portanto, planejamos estender o período de desconto de quatro anos por mais dois anos ”, disse Edvard Molitor.

Em 2019, o desconto de GNL será de 20% como antes, antes de ser eliminado em 2020 — a redução passa a 10%. No entanto, durante o período de transição, a Autoridade Portuária se concentrará no desenvolvimento de um desconto ambiental indexado regular, que leva mais em conta o impacto ambiental dos navios do que a tecnologia ou o combustível usado.

Fonte: Portos e Navios

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s