CODESA e terminais portuários discutem prevenção de impactos ambientais

Nesta quarta-feira (08), a CODESA recebeu representantes das empresas usuárias dos terminais portuários capixabas para debater as recomendações de ajustes no Plano de Área para Incidentes de Poluição do Espírito Santo (PAES). As recomendações foram elaboradas pelo IBAMA e pelo Instituto Estadual de Meio Ambiente (IEMA), após o parecer técnico ter sido aprovado pelos dois órgãos ambientais.

O Plano de Área tem o objetivo de integrar as ações e recursos dos Planos de Emergência Individuais (PEIS) dos terminais portuários, localizados ao longo do litoral capixaba, para prevenção e minimização dos impactos ambientais.

Companhias parceiras da CODESA, na discussão do PAES, que estavam presentes no encontro: Samarco, Liquiport, Technip FMC, Vale, Prysmian e Portocel. Foram discutidos os seguintes pontos: situação contratual e financeira das empresas; criação de um plano de comunicação e criação de regimento interno que atenda os interesses do PAES.

“Futuramente serão iniciados treinamentos e simulações com representantes das empresas”, afirma Fábio Falce, engenheiro da CODESA.

O Porto de Vitória é o terceiro porto público do país na busca pela implantação do PAES.

Coordenação de Comunicação da CODESA

Fonte: Codesa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s