Uso da água do mar cresce 7,5% na mineração de cobre no Chile

A água do mar representou 15% de toda água utilizada na indústria de mineração de cobre chilena em 2016.

A disponibilidade de água tornou-se um importante entrave ao desenvolvimento da mineração no Chile, por isso mais e mais empresas optam por aumentar o uso da água do mar em seus processos.

Isto é demonstrado no relatório “Proyección de consumo de agua en la minería del cobre 2016-2027” da Comissão Chilena do Cobre (Cochilco), o qual calcula que em 2016 houve um aumento de 7,5% no uso de água do mar na mineração de cobre do Chile com relação a 2015.

As instalações registraram um consumo de 2,45 m3/s de água do mar em seus processos no ano passado, o equivalente a 15% de toda a água utilizada por essa indústria no período.

O número continuará a subir, à medida que novos projetos de mineração contemplam plantas de dessalinização. De acordo com o relatório, existem 12 novas plantas para executar.

Entre as que se destacam estão a EWS, nova planta de dessalinização da Minera Escondida que está pronta para se tornar operacional, e a planta que a Codelco planeja instalar no norte do Chile, em parceria com uma empresa privada.

O vice-presidente executivo da Cochilco, Sergio Hernández, disse que a partir da informação das operações existentes e os potenciais investimentos do setor, espera-se que a participação da água do mar chegue a 46% (em 2027), aproximadamente, do total de água demandada.

Ele comentou que os novos projetos de mineração, incluídos no cadastro de investimentos, que utilizam água do mar totalizam mais de 24 bilhões de dólares.

Aumento do consumo de água doce

Apesar do aumento das plantas de dessalinização, durante o ano passado o uso de água doce – rios, lagos e banhados, entre outros – chegou a 13,61 m3/s na mineração de cobre. Isto representa um aumento de 4% em relação ao ano anterior.

Este aumento da demanda é explicado pela queda no teor do mineral (ore grade), o que exige mais água para o seu processamento. No entanto, a nível nacional, o consumo de água na mineração é de 3%.

Acesse aqui o relatório “Proyección de consumo de agua en la minería del cobre 2016-2027”.

Fonte: Revista Agua – Chile, adaptado por Portal Tratamento de Água – http://www.tratamentodeagua.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s